O Coração Machucado do Artista Cristão

Artista não identificado.

Artista não identificado.

No último domingo eu saí de Manchester com destino para Madrid, para participar de uma conferência com outras três amigas. O palestrante foi Darrow Miller, que abordava o tema de seu último livro “Nurturing the Nations”, infelizmente este livro ainda não foi publicado no Brasil. Eu pessoalmente nunca ouvi falar dele, ou de seus livros e nada a respeito de seu trabalho. Uma destas amigas que estava vindo conosco e organisando nossa viagem me ligou para explicar que o livro de Darrow explanava principalmente sobre a natureza da mulher e seu protesto contra violência a mulher. Como nós estamos envolvidas com trabalhos na igreja relacionados a elas, nos pareceu ser um bom seminário para estar participando como uma fonte de informação em apoio ao trabalho que realizamos não só com as mulheres de nossa igreja más também dentro da comunidade local.

Bem, durante o processo de nos organisarmos para seguirmos para Madrid, eu pensei que seria uma boa idéia comprar seu livro e lê-lo antes da conferência, só para familiarizar-me com o que ele trataria e também com seu trabalho em si. A verdade é que eu não estava esperando muito do evento. Já sendo gata escaldada em participar de tantos seminários, conferências e ter escutado cada uma por aí, como: Aquelas que impõe para você, aquelas que te inspiram, aquelas que não adiciona nada ao que você já tem e sem contar aquelas que tentam confundir aquilo que você já sabe. Mesmo assim, eu acreditei que esta conferência com Darrow Miller poderia ser mais uma outra “conferência muito boa” devido a enfatizada recomendação da amiga de uma amiga.

No primeiro dia do seminário, ele nos deu uma introdução sobre a verdade relacionada a criação dentro da perspectiva bíblica versus as mentiras que nós acreditamos e vivemos dentro dela até os dias de hoje. Achei isso tão interessante que me deixou animada para ouvir o que mais ele tinha a dizer nas sessões seguintes no decorrer da semana. Paramos para um intervalo e então na segunda parte ele começou a falar sobre a verdadeira natureza do homem e da mulher como criação de Deus. Derrepente, como num passe de mágicca, ele iniciou um desenrolar sobre a igualdade entre homem e mulher porém, com diferenças em sua natureza. Que somos talentosos diversificados más estas diferenças nos permite o preencher da função de criar cultura que nos permite completar o mandato de desenvolvimento cultural. Naquele momento, meus olhos brilharam e ali Darrow conquistou minha atenção porque eu nunca tinha ouvido antes em minha vida, nada semelhante aquilo .

Quando ele mencionou sobre as três essências de Deus: Justiça, Bondade e Beleza, meu coração acelerou as suas batidas porque eu me perguntava o porquê a igreja não valoriza a Beleza? A maioria das igrejas não valoriza aqueles que tem o dom de pintar, dançar, artes manuais, poesia e tantos outros dons envolvendo beleza. Como uma tempestade, um conflito no meu homem interior com tudo que eu estava ouvindo, me levou de volta para minha infância quando eu estava me descobrindo dentro da arte. A sociedade da qual eu vivia na época começou a mutilar meu coração porque arte não é valorizado e artistas não recebem seu devido crédito por isto.

Quando eu era uma adolescente eu adorava dançar, eu costumava dançar na escola e eu me lembro que era a única coisa que eu sabia fazer. Eu tinha todo o jeito de inspirar as outras meninas e ali nós criávamos a coreografia, escolhíamos a música, criávamos o cenário e apresentávamos na semana cultural. Tristemente, meus pais nunca fizeram o esforço de ir assistir nenhuma das minhas apresentações que eu dei, o que foram por 5 anos, uma vez por ano . Naquele tempo a igreja havia me adiantado que eu deveria escolher entre um e outro pois “crente não dança” e se eu insistice com a idéia eu seria disciplinada (tirada da comunhão  temporariamente até que eu tomasse a minha decisão). Eu também jogava Handball e eventualmente junto com um grupo de meninas, tivemos a oportunidade de receber um treinamento adequado com pequenas chances para o Handball profissional. Me lembro que tínhamos que viajar duas vezes por semana, cerca de uma hora e quarenta e cinco minutos para chegar ao centro olímpico. Eu só tinha 13 anos de idade, tentando me descobrir más ao invés disso eu fui muito desencorajada, ao ponto de desistir depois de tanto esforço. Quando entrei para o ginásio eu me deparei com educação artística e expressão corporal, o que foi amor a primeira vista. Finalmente encontrei alguém que entendia a minha língua, nossa querida professora Elza. Porém, nada dos trabalhos que eu levava para casa eram apreciados e os cursos de artes disponíveis naquela época eram tão caros que não havia a menor possibilidade de investir nem na idéia quanto mais na possibilidade de fazer um curso destes. Eventualmente, eu me tornei por um tempo uma pessoa que nunca terminava o que começava e uma pessoa que sempre abandonava aquilo que gostava por motivos maiores. Dei continuidade a minha vida, crescendo, comecei meu primeiro emprego e interrei meus sonhos de menina. Agora estou aqui, ouvindo uma pessoa me dizer que a realidade é: meus sonhos foram esmagados, meus talentos e meu chamado foram lentamente mutilados e me tornei por um tempo, uma deficiente espiritual sem corpo para dançar, sem mente para criar e sem mãos para pintar.

Enquanto o seminário corria, eu comecei a refletir na questão de quantas pessoas tinham tido a mesma experiência que eu tive. Não posso dizer que é culpa da igreja porque eles simplesmente passavam para nós o que foi passado para eles e certamente estes também tiveram seus talentos sacrificados em outras áreas de suas vidas. Não poderia ser culpa dos meus pais por falta de incentivo porque eles mesmos não receberam e não conheciam nada melhor do que aquilo que estavam me oferecendo. Definitivamente não era culpa de Deus porque agora eu tenho uma pessoa neste momento, na minha frente, me explicando que Deus nunca fez parte deste plano de decepções. Então, de quem é a culpa? Quem seria o responsável por tanto desgosto na vida das pessoas e causador de tanto estrago numa cultura?

A conferência ainda rolava e eu estava aprendendo através daquele homem que eu não interrei meus dons más eu e muitos outros foram interrados vivos com eles. Eu não posso explicar para ninguém como eu estava me sentindo naquele momento, dentro daquele lugar. Eu precisava perdoar, ser liberta e recomeçar tudo novamente, mas como, aos 38 anos de idade? Quanto tempo foi perdido e por quanto tempo eu tenho carregado este jugo anestesiado dentro de mim? Quem é o culpado por tudo isto? Eu não havia entendido até então, que todo este tempo nós, conhecedores da palavra, temos acreditado no pai da mentira, o único que frustra e danifica todos planos de Deus para o homem. Nós damos muito crédito para suas mentiras sem percebermos e sem nos dar conta do quanto elas estão enraizadas dentro de todo o sistema da sociedade. Agora tudo isto faz sentido para mim pois a beleza está no coração de Deus porque Ele mesmo foi o primeiro criador e foi o primeiro artista.

Todos os dias, durante a conferência, tudo aquilo que eu estava escultando, cada tópico estava abrindo os meus olhos, uma nova curva na minha vida e um melhor entendimento. Em outras palavras, eu tenho vivido todos estes anos moldada e encaixada dentro de uma caixa quando o próprio Deus quiz e quer que sejamos livres de toda mentira das trevas. Ele quer que nossa individualidade seja usada como uma ferramenta de influência na formação da nossa cultura como nação. A cultura que nossa nação apresentará para o Pai naquele dia, por isso devemos cuidar da natureza de toda a terra, que foi dada para nós. Pois tudo isso será lançado no seu fogo (aquele mencionado em apocalipse) não para destruição más sim para ser refinado e ser usado como adorno na celestial morada que está sendo preparada para nós. Quantas coisas tem destruído o homem, prestaremos contas de tudo isso e muitas nações chegará diante Dele com as mãos vazias.

Eu entendi que um artista não precisa expressar sua arte só com temas cristãos más sim qualquer tema que visa sua vida e seu caminhar em Cristo. Agora eu tenho que perguntar para Deus como eu posso começar a minha fisioterapia espiritual porque esta semana alguém me disse que eu não sou um ser deficiente. Muitos, após a palestra, foram até a frente, com seus corações despedaçados, artistas mutilados, alguns destes eram artistas impedidos de ter nascido, como eu. Fomos até o altar, choramos muito pois estávamos machucados e a igreja orou por nós para sermos libertos desta prisão para que possamos voltar a criar, imitando assim, nosso criador.

O que resta para mim agora, é a tarefa de encorajar pais, família e amigos a entender e valorizar a chamada de seus filhos, ajudando-os a desabrochar seus talentos e seus dons. Estou muito feliz de ter ido à conferência, estou muito grata ao Senhor por ter conhecido Darrow e estou feliz por Deus ter me mostrado sua verdade, que é totalmente oposta as mentiras do mal e que por tanto tempo temos acreditado nelas como a verdade.

Déya Chadwick

Se você quer saber mais a respeito da arte dentro do aspécto bíblico, Darrow tem um blog dedicado para este assunto. Este é um dos temas que está muito próximo do seu coração, tendo como objetivo, encorajar os artistas Cristãos  e você pode visitar Darrow Miller & Friends, (blog em inglês). Você também pode adquirir uma fonte de conhecimento dentro deste assunto que tem transformado a vida de muitos através de seu livro Vocação, escreva sua assinatura  no universo, Darrow L. Miller, Editora: Publicações Transforma.

Eu termino este artigo com o vídeo sobre uma artísta cristã, Lucia Duque, onde conheci na conferência e eu me apaixonei por sua pintura. Você pode encotrar seu trabalho no site Caluarte ou no seu blog Lucia Duque

Para ler este artigo em inglês, clique aqui.

, ,

  1. #1 by ar500 targets on 23/07/2013 - 10:46

    I really like your blog.. very nice colors
    & theme. Did you design this website yourself or did you hire someone to
    do it for you? Plz respond as I’m looking to design my own blog and would like to know where u got this from. kudos

    • #2 by Déya Chadwick on 23/07/2013 - 12:10

      Hi there!

      Thank you for taking time to visit my blog and thank you for your compliments. It really means something to me. I am pleased to get this sort of feedback from you because that is exactly what I want people to feel like when they visit my blog. Something that is inviting and nice to the eyes which makes people stay longer touring in the blog.

      To be honest with you I did not pay anyone to do it, I did myself buy using the free tools available from wordpress.com You just need to get familiar, confident and engage yourself on how to use the wordpress.com as they make all there available for you. It is really time consuming though, it requires lot of patience, getting right from errors and that is why some people pay others to build up the blog for them; where all they have to do once is ready it is posting their articles on something already done/built up. I offer this kind of assistance to friends, friends of friends and family at a small fee for my time and to help them at the same time it helps me with my charity projects. However, bear in mind I am an amateur and not a professional web design.

      If you would like to do it yourself and have the spare time…it is not that difficult, just register yourself with wordpress.com and start playing with the tools available there. There are lots of tutorials there as well to assist you. Just be careful if you decide to pay someone to do it for you as many charge a lot, taking advantage of people. Let me know if there is anything I can help you with, it will be a pleasure. Good Luck!!!
      Thanks again for taking your time with my blog and e-mailing me.
      With my kindest regards,

      Déya Chadwick
      Please visit:
      http://www.youhavechoices.wordpress.com
      http://www.eisaescolha.wordpress.com

  2. #3 by serwer minecraft on 22/04/2014 - 11:28

    My partner and I absolutely love your blog and
    find serwery minecraft 1.7.2 many of your post’s to be just what I’m looking for.

    Does one offer guest writers to write content for you? I wouldn’t
    mind creating a post or elaborating on some of the
    subjects you write concerning here. Again, awesome blog!

    • #4 by Déya Chadwick on 02/05/2014 - 11:17

      Thank you for your comments. You are welcome to come back always

    • #5 by Déya Chadwick on 02/05/2014 - 11:20

      With regards to write an article as a guest in the blog… All writers are welcome but conditions apply such as:
      Being a Christian, the theme can be either your choice or us to suggest you a theme to talk about, your article will be subject to approval and finally you must agree to donate your article as all the blog work is based on volunteer work.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: