Porquê orar por muçulmanos | Valores e crenças comuns mas ainda assim, diferentes

Crentes no Messias, Jesus, têm muitos valores e crenças em comum com os muçulmanos, não somente no que toca à fé, mas também valores morais. Pessoas de ambas as comunidades de fé concordam que nosso mundo se tornou um lugar perigoso. Crentes em Jesus e Muçulmanos podem estar em concordância no que toca o seguinte texto:

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus” 2 Timóteo 3:2-5

Valores Comuns

Crentes no Messias e Muçulmanos compartilham valores no dia-a-dia: fidelidade (a Deus e nos relacionamentos), honestidade, compaixão, auto-sacrifício, misericórdia e amor.

Mesmo Deus?

Muçulmanos e Cristãos acreditam que há um Deus, mas será que nós estamos adorando o mesmo Deus em palavras e feitos? Pode-se perguntar: Em tempos em que muitas pessoas pensam que todos os caminhos e religiões levam a um único Deus verdadeiro, porque deveríamos orar para que muçulmanos viessem à salvação? Será que isso faz alguma diferença? Eles já não foram aceitos por Deus?

É óbvio que muçulmanos são amados por Deus. Sem terem feito nada para isso, qualquer um é amado por Ele. Deus considera as crianças e adultos muçulmanos como preciosos. Ele ama cada aspecto de seus idiomas, comida, atitudes e vida diária que são verdadeiramente bons e justos. No entanto, isso não significa que muçulmanos entraram na vida eterna ou tiveram seus pecados perdoados.

Oremos pelos muçulmanos para que eles possam entrar no reino eterno do Messias.

Muçulmanos não são inspirados pela esperança de um novo mundo no qual Jesus, o Messias crucificado e ressurreto governa como Rei. A maioria dos muçulmanos foram treinados para não acreditar que Jesus morreu e ressucitou. Geralmente eles pouco sabem sobre Seu perdão. Eles acreditam que Jesus foi um profeta enviado por Deus mas eles geralmente nunca pensam Nele como o Rei enviado por Deus que reina sobre as nações (Mt. 28:18-20). O problema é precisamente “acreditar no Evangelho do Reino”. Como todas as pessoas em todos os lugares e em todas as culturas, muçulmanos são chamados para se arrependeram do mal e acreditarem no Evangelho do Reino. Muitos muçulmanos pelo mundo sequer tiveram uma oportunidade para ouvir as Boas Novas da morte e ressurreição de Jesus, que nos liberta do poder do pecado, morte e prisões demoníacas.

Por várias razões, muçulmanos não acreditam que Jesus é o Filho de Deus. Crentes no Messias sempre se alegram no fato “que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos. 10 Nisto está o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.” 1 Jo 4:9-10

Jesus veio para que possamos ter vida, e vida em abundância. (João 10:10). Portanto, que oremos pelos Muçulmanos para que eles possam entrar para a vida no reino eterno do Messias.

Entre você também na campanha internacional de oração pelo mundo muçulmano. Para maiores informações visite o site 30 Dias!

Texto orginal postado por em 17 de maio, 2013 Noticias

Para ver este artigo na sua publicação original, clique aqui