O homem em sua essência

Quando comecei refletir sobre a palavra essência, me dei conta do quanto sou falha como pessoa. Na verdade, não sou nenhuma “santa”, tenho meus inúmeros defeitos e já perdi a conta dos meus erros e fracassos. Me lembrei que não sou diferente de ninguém nesse sentido: eu peco como todos e tenho minhas limitações como todos. Sempre medito profundamente em tudo que prego ou palestro na casa do Pai, acredito que fala comigo e serve pra mim antes de servir pros outros.

Por vários dias fiquei conversando com Deus sobre a palavra essência, que sempre à relacionamos com o cheio de alguma coisa ou com um perfume. Percebi a complexidade da palavra e seu significado, tão profundo que ainda me deparo falando com Deus sobre isso.

 O que é essência? Segundo o dicionário, não tem só haver com cheiro mas significa: O que constitui a natureza de um ser, de uma coisa: essência divina. (ou seja, a existência do homem é essêcia divina). Para a filosofia é a natureza ideal de um ser ou algo já no existencialismo, a existência precede à essência. Depois desta explanação, tenho curiosidade em saber como essa palavra seria definida no dicionário ateísta.

E o que há de fundamental na essência? É a substância aromática e extraída de certos vegetais, como por exemplo, a essência de baunilha, essência de rosas, o extrato, perfume, ou seja, o que exala. Para aprofundar ainda mais na questão, se no dicionário diz que é o que constitui a natureza de um ser por uma essência divina, logo exalamos algum cheiro.

Em outras palavras, o que exala de você indica um tipo de essência divina, mas de você também pode exalar uma essência malígna quando permitimos que esta seja contamida com o odor do mal. Em Gen. 1:26-27 nós lemos: Então disse Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, confor­me a nossa semelhança. Domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os grandes animais de toda a terra e sobre todos os pequenos animais que se movem rente ao chão”. Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.”

 Se a essência constitue-se em propriedades imutáveis da mesma, quando se fala da existência do homem estamos tratando de uma natureza constituída por Deus e sua essência em nós foi estabelecida por ele pelo nosso corpo, alma e espírito (o trino homem – a imagem e semelhança de Deus – Pai, filho e Espírito Santo). Isso para mim é simplesmente magnífico!

Alguns acreditam que antes da queda do homen, Deus nos criou como humanidade que vivia em harmonia com o criador e sua natureza, o corpo humano era um corpo celestial, que não envelhecia e nem morria, onde o mesmo corpo era portador de uma alma vivente capacitada 100% em conhecimento e o mesmo corpo possuía um espírito vivo totalmente ligado em com Deus. Vindo a queda do homem, a capacidade da alma em seu total conhecimento reduziu-se a quase nada, o espírito humano morreu, o corpo passou a evelhecer e morrer e a natureza se tornou vítima em constante sofrimento por causa desta queda, Romanos 8:22. Não há firme evidência científica para a explicação acima, essa informação está perdida no tempo, então só podemos tratá-la aqui como uma suposição. Porém a Biblia enfatiza que através de Cristo tudo isso é restituído pela graça e pela graça recebemos um coração de carne em troca pelo de pedra e também recebemos através de Cristo, um espírito novo, Ezequiel 26:36.

 O total conhecimento da nossa essência se perdeu com a queda do homen e o pouco de conhecimento que podemos ainda possuir, não nos esforçamos o suficiente para tê-la. Mais há ainda alguns que se esforçam. Por isso já dizia um certo servo de Deus: Avivamento sem conhecimento é fanatismo; (e tudo é culpa do inimigo) e onde está a nossa culpa? Conhecimento sem avivamento é comodismo; (vai ter com as formigas oh preguiçoso!).

 “Não existe avivamento sem conhecimento, o que vemos muitas vezes é um movimento desenfreado de loucos pois conhecimento nos traz arrependimento, tranformação, revelação de uma verdade, exposição do engano, não traz escândalos e o aroma de Deus começa exalar em nós e talves seja por isso que a Bíblia enfatiza: “Meu povo peca por falta de conhecimento…”

O perfumista, Rudolf Ernst (1854–1932)

O perfumista, Rudolf Ernst (1854–1932)

Conclusão: As questões que coloquei no início deste texto me faz entender que minha pessoa deixou de ser perfeita com a queda, mas a graça de Cristo é capaz de restituir em mim a essência original com a qual fui criada e uma vez deformada, é ela que aperfeiçoa a contaminação que um dia recebi, ou melhor, que herdei. A transformação que toma seu asento dento de nós, se torna notório para os demais porque vem para fora, exalando a essência e o perfume divino em nossas vidas. Está fora do alcance malígno impedir esse acontecimento por que temos o livre harbitrio para aceitar ou rejeitar a essência de Deus em nosso ser. Imaginem que é como rejeitar um mal odor para que o aroma suave e cheiroso da verdadeira essência do perfumista propague por onde andamos. Um dos motivos pelo qual nos tornamos alvo de ataque do mal quando em nossas vidas a essência do perfumista começa exalar. Esse aroma perfeito e divino, que recende através de nós ainda não é o suficiente para perfumar o resto do mundo pois o resto do mundo está contaminado com o odor malígno. O que nos resta é continuar e persistir para que o nosso testemunho e nossas obras espalhem o perfume Deus e não permitamos que o odor do mundo contamine a essência que há em nós. Complexo, não!

Referência:

Texto: Déya Chadwick
Almeida, Bíblia de estudo pentecostal revisada e corrigida (Gen.1:26,27; Rom.8:22)
Aurélio, Dicionário de Portugês http://www.dicionariodoaurelio.com/Essencia.html
Leitura Recomendada: Uma Carta de Amor

, , , , , , , , ,

  1. Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: